Em clássico eletrizante, Flamengo e Vasco empatam em 4 a 4 no Maracanã - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Em clássico eletrizante, Flamengo e Vasco empatam em 4 a 4 no Maracanã

Jogo contou com duas viradas e emoção até o último minuto
 Foto: Rafael Ribeiro (CRVG)
Uma noite histórica! Nesta quarta-feira (13), no Maracanã, Flamengo e Vasco protagonizaram um eletrizante e emocionante Clássico dos Milhões adiantado da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. As equipes empataram em 4 a 4. Pelo lado rubro-negro, Éverton Ribeiro, Rafinha e Bruno Henrique, duas vezes, anotaram os gols. Já pelo lado cruzmaltino, Marrony, Yago Pikachu, Marcos Júnior e Ribamar balançaram as redes.

Com o resultado, o Flamengo chega a 78 pontos e aumenta para 11 pontos a vantagem sobre o vice-líder Palmeiras (SP), que tem 67. Já o Vasco chega a 43 e ganha uma posição na classificação. Agora o Cruzmaltino é o 10º colocado, aparecendo na primeira metade da tabela.

Gol no primeiro instante, virada e equivalência

Tudo realmente se desenhava para uma noite mágica no Maracanã desde os primeiros segundos de jogo. Até porque, não demorou muito para o Flamengo abrir o placar após a saída de bola. Em uma bela jogada de Reinier pelo lado esquerdo, o jovem jogador chegou à linha de fundo e cruzou para Gabriel desviar e Éverton Ribeiro soltar o pé dentro da área, estufando as redes com apenas 40 segundos de jogo. Se mal havia conseguido tocar na bola, foi criado um cenário de pesadelo para o Vasco, que viu o rival chegar mais uma vez. Aos dois minutos, Gabriel recebeu na área e chutou para a defesa de Fernando Miguel.

Com calma, o Vasco foi conseguindo respirar e se viu diante de uma montanha que teria que escalar caso quisesse a vitória. Aos poucos, foi oferecendo perigo ao Flamengo, com Marrony, de cabeça, aos seis minutos e depois com o quase gol-contra de Rodrigo Caio na marca de dez minutos. Mas a redenção veio mesmo aos 33, quando Rossi lançou Raul, que ajeitou de cabeça para Marrony bater de primeira e vencer Diego Alves, empatando o clássico. O gol marcado deu moral para o Vasco, que aproveitou o bom momento e cercou o Flamengo. Dois minutos depois, Yago Pikachu fez uma linda jogada individual, passou como quis pela marcação rival pela direita e doi derrubado por Rodrigo Caio na grande área. Com o pênalti marcado, o lateral-direito e capitão cruzmaltino foi para a cobrança, deslocou o arqueiro rubro-negro e colocou o Vasco em vantagem no placar.

Mas a emoção dava o tom no Maracanã. Quando muitos pensavam que o Vasco iria conseguir administrar a vantagem até o intervalo, o Flamengo ressurgiu e mostrou a sua inteligência. No último minuto do primeiro tempo, Gabriel tinha uma falta na meia-lua para cobrar, mas preferiu uma jogada ensaiada com Rafinha pela direita. O lateral, livre de marcação, tentou cruzar de forma forte e rasteira. Danilo Barcelos acabou tentando desviar, tirou a bola de Fernando Miguel e marcou contra o próprio patrimônio.

Flamengo chega a virar, mas Ribamar se torna o herói cruzmaltino

Quatro gols no primeiro tempo já não eram o bastante para um clássico tão simbólico do futebol nacional. Foi preciso mais e a etapa complementar entregou com pitadas de emoção. Logo aos seis minutos, Pikachu deu um límpido passe para Rossi, que avançou pela ponta-direita e cruzou para Marcos Júnior, completamente livre de marcação, finalizar e fazer a bola morrer no fundo das redes. E o Vasco ainda obteve mais uma grande chance. Aos 19, Rafinha errou na saída de bola e Richard encaixou uma finalização da entrada da área, mas a bola acabou explodindo na defesa.

E se o Cruzmaltino desperdiçou a chance de abrir uma boa vantagem no marcador, o Flamengo utilizou a sua principal arma em clássicos: Bruno Henrique. A estrela do atacante começou a brilhar na marca de 20 minutos. Em rápido contra-ataque, Bruno tabelou com Arrascaeta e ficou de frente para Fernando Miguel. Sem pensar duas vezes, conseguiu ajeitar o corpo e finalizar sem chances para o goleiro. O cenário ficou melhor para os rubro-negros quando a virada aconteceu. Aos 34, Vitinho fez jogada individual pela direita, cruzou, a bola desviou no meio do caminho e encontrou Bruno Henrique na segunda trave. O atacante chutou com ímpeto e estilo, marcando um golaço e virando o placar.

Depois de tanto fazer e lutar, o Vasco se apegou aos últimos suspiros de esperança e tentou buscar o empate no fim. Aos 43, Ribamar foi lançado em velocidade, deixou a bola cair na perna canhota e chutou com força, mas Diego Alves apareceu para salvar. Mas a noite já tinha mostrado o suficiente para todos os presentes no Maracanã que tudo poderia acontecer no clássico. E aconteceu. No último minuto de jogo, o Vasco encontrou um chutão para dentro da área do Flamengo. O zagueiro Oswaldo Henríquez desviou e Ribamar subiu no segundo andar, venceu Diego Alves, que tentou sair na base do desespero, e cabeceou para empatar a partida e, agora sim, dar números finais ao duelo.

No fim de semana, pela 33ª rodada do Brasileiro, Flamengo e Vasco voltam aos gramados. O Rubro-Negro visita o Grêmio (RS), na Arena do adversário, no domingo (17), às 16h. Já o Cruzmaltino recebe o Goiás, em São Januário, na segunda-feira (18), às 19h30. O Placar FutRio acompanha ambas as partidas em tempo real.






Fonte: FutRio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net