Alerta meteorológico para as regiões Norte e Noroeste Fluminense - CMN - Campos Magazine News

News

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Alerta meteorológico para as regiões Norte e Noroeste Fluminense

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de chuva com riscos de alagamento nas cidades do interior do Rio, entre esta segunda-feira (11) e terça (12). De acordo com o professor de meteorologia agrícola da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), José Carlos Mendonça, a previsão é de chuvas fortes, de até 70 milímetros, para as regiões Norte e Noroeste Fluminense, que além de alagamentos podem provocar transtornos como descargas elétricas, queda de árvores e de energia. Por volta das 11h50, a cidade do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção, com a previsão de chuvas e ventos fortes. Um temporal atingiu o centro da cidade e as zonas sul e oeste no fim da manhã e causou transtornos e interdições.

Mendonça informou que chuvas fortes com volumes altos são comuns nessa época do ano. “Estamos na época das chuvas. É comum termos, entre 15 de novembro e 15 de dezembro, chuvas de alta intensidade, que chamamos de chuvas conectivas. São chuvas no final de tarde, muito comuns nessa época. Essas chuvas são de grande volume, em pouco espaço de tempo e, por isso, costumam causar transtornos”, disse ressaltando que a chuva é provocada por uma frente fria que chega ao Estado do Rio. O especialista informou ainda que para o verão a previsão é de altas temperaturas e poucas chuvas.

De acordo com o Inmet, a temperatura variou nesta segunda-feira (11) entre 21ºC (mínima) e 30ºC (máxima), com previsão de tempo nublado a encoberto com chuva isolada, durante a noite. Nesta terça-feira (12), a temperatura deve variar entre 20ºC e 24ºC, com previsão de tempo encoberto a nublado com pancadas de chuva, por vezes forte, e com trovoadas isoladas, à noite.

Rio de Janeiro – Na cidade do Rio, sirenes de emergência que monitoram o risco de deslizamento foram acionadas em sete comunidades: Rocinha, Santa Marta, Cabritos e Guararapes, na zona sul; Formiga, na zona norte; e Santa Alexandrina e Paula Ramos, no centro. Ao todo, 16 desses alarmes sonoros que monitoram o risco geológico dispararam, e a Defesa Civil Municipal recebeu 16 chamados desde as 10h.

A chuva fez com que o Aeroporto Santos Dumont chegasse a ser fechado para pousos e decolagens. A Linha 2 do VLT (veículo leve sobre trilhos), que vai da Central do Brasil à Praça XV, teve a circulação interrompida por conta de alagamentos ao longo da via.
Bolsões de água se formaram em ao menos quatro vias do centro. A chuva forte na zona oeste interditou o Mergulhão Y da Barra e gerou acúmulo de água em dois pontos da Avenida Ayrton Senna e também na Avenida Armando Lombardi, duas das mais movimentadas vias da região.

Também foram registradas quedas de árvore na Tijuca, em Jacarepaguá e no centro. Na Lapa, uma árvore fechou a Avenida Gomes Freire e causou transtornos à região, que concentra muitas empresas e tem grande movimento no horário de almoço.





Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net