O intestino é o segundo cérebro. A importância do órgão para emagrecer - CMN - Campos Magazine News

News

domingo, 20 de outubro de 2019

O intestino é o segundo cérebro. A importância do órgão para emagrecer

Aliado à escolha de alimentos está o exercício físico.
Reprodução
Um intestino saudável gera qualidade de vida, já que ele é o nosso segundo cérebro e qualquer alteração no intestino gera desconforto emocional. Devemos saber escolher alimentos, garantindo uma alimentação variada e equilibrada e preparar as refeições com dedicação e amor.

Aliado à escolha de alimentos está o exercício físico. É urgente deixar o sedentarismo e passar à ação, seja ela qual for. Uma caminhada de trinta minutos, todos os dias, é o suficiente para quebrar a preguiça. A atividade física promove não só a saúde física mas também a saúde mental e emocional.

"O ser humano é o que come, mas é principalmente o que absorve, por isso é fundamental saber escolher bem os alimentos e ter, assim, um intestino saudável", explica Izabel de Paula, especialista de estética, beleza e saúde na clínica Body Shaper Expert, que compartilhou um artigo de opinião sobre o tema

O sono é outro pilar da saúde. A falta de sono desequilibra o lado emocional, eleva o cortisol e promove a acumulação de gordura, sobretudo a visceral. Se acha que não dorme bem, consulte um médico, pois ter um sono reparador é muito importante.

Depois de cumpridos estes três princípios: boa alimentação, exercício físico regular e sono reparador, e terminada a fase de estabilização – lembre-se de que um quilo demora entre um e três meses até ser definitivamente eliminado – não pode, evidentemente, voltar aos seus hábitos antigos. A estabilização é a ausência de reganho de peso. É indispensável, por isso, conservar os bons hábitos que adquiriu ao longo de um, três, cinco ou doze meses. Para que assim seja, pratique exercício, faça refeições variadas e dê ao prazer um espaço mais pequenino na sua vida.

Mais uma vez, após essa fase, a palavra 'dieta' deixa de fazer sentido. O objetivo principal, já sabe, não é banir para sempre determinados alimentos, como por exemplo, acabar de vez com todos os hidratos de carbono ou com os açúcares. O objetivo principal é, sim, aprender a dosear o seu consumo e a equilibrar as suas refeições, compensando sistematicamente os deslizes e reduzindo o impacto que eles têm na sua silhueta.

Assim que colocar em prática e começar a adotar definitivamente bons hábitos, nunca mais terá necessidade de fazer dieta. Adeus excesso de peso! Adeus celulite! Adeus barriga! Depois de terminado o período de estabilização, termina a angústia da balança e da fita métrica.






 POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net