Suspeitos de homicídios são presos em Campos, na terceira fase da Operação Guadalajara - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Suspeitos de homicídios são presos em Campos, na terceira fase da Operação Guadalajara

Segundo a Polícia Civil, mandados foram cumpridos no Parque Santa Rosa.
Operação aconteceu no bairro Parque Santa Rosa nesta quinta-feira (19) — Foto: Cléber Rodrigues/Inter TV
A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal, compondo um contingente de 40 agentes das forças de segurança, realizou na manhã desta quinta-feira (19), uma operação pra cumprir oito mandados de prisão por tráfico de drogas e homicídios. Cinco pessoas, sendo quatro homens e uma mulher foram presos no conjunto habitacional popular, conhecido como “Casinhas de Nolita”, no Parque Santa Rosa, em Guarus. A Operação Guadalajara III, contou com o reforço de cães farejadores, que auxiliam nas buscas por armas e drogas.

Na entrevista coletiva sobre a operação, realizada no início da tarde, na sede da 6ª Região Integrada de Segurança Pública (6ª Risp), o delegado titular da 146ª Delegacia Legal (Guarus), deu detalhes da operação.

— A Operação de hoje foi no trecho onde dezenas de homicídios foram praticados esse ano, uma área extremamente tensa e que sempre nos traz aumento na mancha criminal. Nossa ação vem sendo planejada há tempo e hoje pode ser executada e cinco pessoas foram presas. Com relação aos três foragidos, nós estamos junto à Polícia Militar, realizando levantamento para localizar. Disse o delegado.

Para Pedro Emílio, um dos casos que mais chamou atenção, foi a morte do comerciante Maurício Baiano, que foi assassinado por traficantes do bairro., porque se recusava a guardar armas e drogas para integrantes do tráfico.

Coletiva sobre a operação na 6ª RispColetiva sobre a operação na 6ª Risp / Isaías Fernandes— Esse trabalho inicia-se no bojo dessa investigação, que foi realizada nos últimos 45 dias e termina hoje, faltando concluir algumas poucas diligências investigativas, mas que termina com êxito, com bastante clareza de elementos e da responsabilidade dos autores do fato.

Segundo o Comandante do 8º Batalhão de polícia Militar (8º BPM), tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa, a Polícia militar está sempre integrada com a Polícia Civil no Combate ao crime e a parceria é fundamental para o sucesso das ações.

A Operação Guadalajara tem o nome inspirado no Cartel Mexicano que atuava, nos anos 80, com extrema crueldade.

Guadalajara I e II

A primeira fase da Operação Guadalajara aconteceu em 20 de fevereiro deste ano, no Parque Aldeia I, em Guarus, quando três pessoas foram presas, suspeitas de serem responsáveis por homicídios. Dentre os presos, foi capturado o homem apontado como chefe do tráfico de drogas no bairro e uma central de monitoramento, de onde os traficantes observavam as ruas do bairro foi desarticulada.

Na segunda fase da operação, que foi deflagrada em 14 de março, quatro pessoas foram presas e a polícia apreendeu uma arma de fogo e uma balestra, além de dinheiro e anotações do tráfico de drogas. Na época, a polícia divulgou um vídeo onde um dos presos, um traficante, de dentro do presídio ostentava joias e celulares e comandava uma espécie de “festa”, até com bebidas.




Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net