Felipe Neto presta queixa na Polícia por ameaças de morte recebidas - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Felipe Neto presta queixa na Polícia por ameaças de morte recebidas

Reprodução
Desde que comprou todos os livros LGBTs na Bienal do Livro no Rio e os distribuiu gratuitamente, Felipe Neto tem convivido com ameaças de morte. O youtuber reforçou a própria segurança, tirou a mãe do Brasil e agora foi até a polícia formalizar as denúncias, prestando queixa. No Twitter, Felipe publicou a notícia crime.

"Protocolamos hoje a notícia-crime na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática referente a ameaças de morte que foram recebidas. Fica a prova para aqueles que duvidaram, mentiram e debocharam, alegando que seria tudo uma invenção", escreveu.

Na última segunda, dia 16, Felipe Neto cancelou a participação no evento Educação 360 por ter sofrido diversas ameaças.

"Lamento profundamente a minha ausência no evento, minhas sinceras desculpas a organização, que me convidou, e a todos que aguardavam pela minha participação e pela minha palestra. É estarrecedor que no Brasil, em 2019, um indivíduo seja impossibilitado de se manifestar e lutar contra qualquer tipo de censura e opressão sem ser ameaçado", disse o youtuber, no comunicado divulgado na manhã desta segunda-feira. "Quero dizer que continuarei lutando, enfrentando o obscurantismo e a opressão, por todos os meios que me cabem, pela defesa do amor e da união até o fim, até onde for possível e até onde minhas forças e meu coração aguentarem".

Felipe Neto diz que vai procurar a polícia após ameaças: 'Já tirei minha mãe do Brasil'

"Precisamos incentivar a leitura, a diversidade e o amor", diz Felipe Neto sobre distribuição de livros

Felipe Neto se preocupa com autoestima de seguidores: ‘O mundo das blogueirinhas não existe’




Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net