Idoso de 81 anos preso suspeito de atear fogo em esposa dentro de casa - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Idoso de 81 anos preso suspeito de atear fogo em esposa dentro de casa

Reprodução Inter TV
Um idoso, de 81 anos, está custodiado no Hospital Ferreira Machado (HFM), para onde foi levado, na manhã desta quinta-feira, por suspeita de atear fogo em sua esposa, de 67 anos, dentro de uma residência na rua Tenente Antônio Joaquim, no Parque Vera Cruz, em Guarus. As chamas se alastraram pelo imóvel, que ficou totalmente destruído. Inicialmente, o caso estava sendo tratado como um acidente que teria deixado o casal de idosos ferido. No entanto, de acordo com a polícia, o idoso teria jogado uma garrafa de álcool no corpo da mulher, que está na UTI do HFM. A polícia ainda apura a motivação do crime.

Este é o quarto caso de violência contra a mulher em repercussão nesta semana. Na quarta-feira, uma idosa foi espancada pelo genro, em Farol de São Thomé, na terça, uma mulher foi surpreendida com um soco do marido quando seguia para a Justiça itinerante, onde daria entrada no divórcio. Ele teria achado que ela estaria voltando da casa de um ex-marido. No domingo, um lutador de MMA e professor de muay thai foi preso no Hospital Ferreira Machado, para onde levou sua namorada, uma médica que atua na unidade. Ele disse que os dois teriam sofrido um acidente de carro, mas sem marcas no veículo, o policial de plantão deu voz de prisão. O homem foi liberado após pagamento de fiança de R$ 10 mil. Nesta quinta-feira (22), a médica voltou à unidade para exames, após sentir fortes dores na face.

No caso desta quinta-feira, o Corpo de Bombeiros informou que o casal de idosos foi socorrido, com diversas queimaduras, e encaminhado para o Hospital Ferreira Machado (HFM). Através de nota, a unidade hospitalar informou que a idosa teve queimaduras de 2° e 3° graus, em 36% do corpo, e seu estado inspira cuidados. Já o idoso teve queimaduras leves e ficou observação no HFM.

Nesta semana três casos de violência contra a mulher ganharam repercussão em Campos. No início da semana, uma médica deu entrada na emergência do HFM, com vários ferimentos no rosto e levada pelo namorado, o lutador de MMA e professor de muay thai Francinei Farinazo. Ele disse que os ferimentos teriam sido causados por uma colisão, mas acabou recebendo voz de prisão ainda na unidade. Na Deam ele teve a fiança arbitrada em R$ 10 mil e saiu após pagamento.

Na manhã de terça, uma mulher de 29 anos foi agredida pelo ex-marido, de 33 anos, em Donana, quando seguia para dar entrada no pedido de separação. Após a agressão, ela teria se dirigido ao DPO de Goitacazes e o suspeito foi atrás. Na Deam, ele teria confessado a agressão que, sem marcas contundentes no laudo pericial, resultou na prisão do suspeito por “vias de fato”.

Na última quarta, um homem de 35 anos também teria confessado ter agredido a sogra, no Lagamar, em Farol de São Thomé. Ele teria contado aos policiais que tinha uma dívida de drogas e que sabia que, no mesmo dia, a esposa teria levado a sogra para sacar a aposentadoria. Ele entrou na casa pelo telhado, mas foi surpreendido pela idosa, de 76 anos, a quem teria agredido. A idosa foi atendida no HFM e liberada.

Reunião — O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) convocou a sociedade civil, além de representantes da Deam, do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM), da comissão da mulher da Câmara de Vereadores e a OAB Mulher para uma reunião ampliada, onde o tema será os “13 anos da Lei Maria da Penha: avanços e retrocessos”.





Fonte: Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net