Suspeito de assassinar professora em Travessão se entrega em Itaperuna - CMN - Campos Magazine News

News

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Suspeito de assassinar professora em Travessão se entrega em Itaperuna

Suspeito de assassinar a professora Regiane da Silva Santos, de 36 anos, o ex-marido da vítima se entregou à 143ª Delegacia de Polícia (Itaperuna), na madrugada desta sexta-feira (5). Regiane foi morta a tiros na noite de quarta-feira (3), dentro de uma academia, no distrito de Travessão.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito, de 55 anos, se apresentou à DP acompanhado de um advogado. Ao delegado assistente, Henrique Lobato, ele teria contado que, após o crime, circulou por algumas cidades da região e, em contato com o advogado, decidiu se entregar à unidade, onde permaneceu até a manhã desta sexta. Após os procedimentos na delegacia, o homem foi encaminhado ao presídio de Itaperuna.
Divulgação/ Polícia Civil
Contra o suspeito, havia três medidas restritivas, sendo a mais recente requerida por Regiane em maio deste ano. Segundo a Polícia Civil, a mulher solicitou a proteção na 148ª Delegacia de Polícia (Italva), onde informou ter sido vítima de ameaça, lesão corporal e injúria, imputando os crimes ao marido. O corpo de Regiane foi sepultado na tarde dessa quinta-feira (4), no cemitério de Travessão, na localidade de Arraial.

De acordo com a 146ª DP (Guarus), nessa quinta-feira (4), a delegada Pollyana Henriques obteve, junto à 1ª Vara Criminal de Campos, um mandado de prisão temporária contra o suspeito. Em nota, a Polícia Civil afirmou que “conforme foi possível apurar, o autor, contra o qual havia medida protetiva de afastamento, se dirigiu à academia onde treinava a professora, oportunidade em que surpreendeu a vítima com disparos à queima-roupa. A ação foi motivada pelo fato de o autor não aceitar o término do relacionamento”.



Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net