Estado tem 28 óbitos confirmados por gripe - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Estado tem 28 óbitos confirmados por gripe

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) já contabiliza 28 óbitos por influenza nos primeiros meses de 2019. Essa foi a mesma quantidade de mortes registradas em todo o ano de 2018 pela mesma doença. Do total deste ano, dois foram confirmados em Campos. Em todo o estado, a campanha de vacinação contra a gripe segue até o dia 15.
Vacina contra a gripe /Supcom
Segundo a superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES, o estado atingiu uma cobertura vacinal de 70%, o que representa cerca de 3,4 milhões de pessoas vacinadas. “Hoje, 25 municípios já atingiram a meta de vacinar 90% do público-alvo. Outras 35 cidades apresentam taxa de cobertura entre 70% e 90%. No entanto, nove estão com cobertura abaixo de 50%”, dizia nota.

O estado informou ainda que dos 28 óbitos confirmados neste ano, 23 faziam parte do público-alvo da campanha. Em Campos, assim como outros municípios do estado do Rio, a imunização é realizada apenas no grupo prioritário por conta de uma normativa da SES, que tem como objetivo elevar o número de pessoas vacinadas dentro do público-alvo. Até o último balanço, Campos vacinou apenas 54% do público-alvo: idosos, crianças na faixa etária de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto). Além desses, a vacina está disponível a jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições especiais, independentemente da idade. A vacina também está sendo ofertada aos professores das escolas públicas e privadas, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas. No município de Campos, a vacina pode ser encontrada em 40 pontos espalhados estrategicamente.

Além dos dois óbitos confirmados, Campos tem 22 casos suspeitos. A meta em Campos era atingir 90% até 31 de maio, cobrindo 137 mil pessoas em quase dois meses de vacinação. Foram aplicadas 68.696 doses, sendo 15.363 crianças (41,09% do previsto); 7.880 trabalhadores da área de Saúde (69,7%); 3.260 gestantes (57,83%); 523 puérperas (56,42%); 29.475 idosos (52,58%); 8.090 pessoas com comorbidades (54,19%) e 2.548 professores, categoria com maior índice de imunização, atingindo 98,34%.

A SES destaca que, caso haja estoque disponível, a população fora do público-alvo poderá ser vacinada após o final da campanha, no dia 15 de junho.

Segundo o Ministério da Saúde, 4,2 milhões de crianças e gestantes não vacinaram contra a gripe em todo o país. De acordo com último balanço do Ministério da Saúde, a cobertura vacinal é de 76% nestes dois grupos. Também estão abaixo da meta os trabalhadores de saúde, com 80,4%, as pessoas com comorbidade, com 75,6%, a população privada de liberdade, com 61,7%, e os profissionais das forças de segurança e salvamento, com 38,9%



Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net