Tentativa de assalto a bancos acaba com 11 criminosos mortos - CMN - Campos Magazine News

News

quinta-feira, 4 de abril de 2019

Tentativa de assalto a bancos acaba com 11 criminosos mortos

Subiu para 11 o número de criminosos mortos na tentativa de assalto a duas agências bancárias em Guararema, na região metropolitana de São Paulo, na madrugada. 

Segundo a nota enviada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), até o momento, foram apreendidos sete fuzis, quatro pistolas, sendo duas calibre 12, além de explosivos, coletes balísticos e três veículos - dois deles blindados.
Foto: Jonny Ueda / Futura Press
A secretaria informa que 11 criminosos baleados durante o trabalho policial não resistiram aos ferimentos. Um foi preso por equipes do Comando e Operações Especiais (COE). A Superintendência da Polícia Técnico-Científica reforçou as equipes de peritos para atender à ocorrência, que será investigada pela Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), da Polícia Civil.

Ação dos criminosos

Segundo a polícia, os criminosos tentavam explodir caixas eletrônicos quando foram surpreendidos por policiais militares. Na tentativa de fuga, os bandidos atiraram contra as equipes policiais. Houve perseguição e troca de tiros em diferentes pontos do município. Parte dos criminosos chegou a fazer reféns em uma residência, mas as vítimas foram libertadas.

O Instituto de Criminalística diz que reforçou as equipes de peritos e legistas no Instituto Médico legal (IML) de Mogi das Cruzes, cidade vizinha que vai receber os corpos.

Parabéns

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quinta-feira (4) que os policiais que agiram na ação contra a quadrilha que atacou agências bancárias “estão de parabéns" por colocarem os bandidos “no cemitério”.

“Bandidos que usam escopetas, fuzis e metralhadoras não saem para passear. Eles saíram para assaltar e fazer vítimas. Estão de parabéns os policiais que agiram e colocaram no cemitério mais dez bandidos”, disse Doria em entrevista à GloboNews.

Doria disse que irá homenagear os policiais envolvidos na operação no dia 10 de abril.
Foto: Giba Bergamin/TV Globo

'Preparados para guerra'

A Polícia Militar de São Paulo e o Ministério Público tinham informações de que a quadrilha que atacou agências bancárias em Guararema, na Grande São Paulo, poderia efetuar roubos na região e preparou um policiamento territorial na área, segundo informações do tenente-coronel Mário Alves da Silva. Ao menos onze suspeitos morreram.

Esse monitoramento permitiu à Rota cercar as estradas de entrada e saída de Guararema na madrugada desta terça-feira (4).


Terra | G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net