Monitoramento das lagoas de Iquipari e Grussaí - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 16 de abril de 2019

Monitoramento das lagoas de Iquipari e Grussaí

Ação foi realizada pelo Inea nesta segunda-feira, para verificação da qualidade da água

As lagoas de Iquipari e de Grussaí passaram por monitoramento durante toda a manhã de segunda-feira, 15, para verificação da qualidade da água. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos, a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, juntamente com a Agência da Capitania dos Portos em São João da Barra - Marinha do Brasil -, deram o apoio necessário ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para a coleta das amostras. 

O monitoramento vem sendo realizado há dois anos e tem como objetivo verificar a necessidade ou não se de fazer algum tipo de intervenção na área, além de manter o arquivo de dados atualizado do Inea.
Fotos: Ascom
"O monitoramento da Lagoa de Iquipari começou após a mortandade de peixes registrada há mais de dois anos. Antes, esse monitoramento não era realizado, por ela ser pouco antropizada (intervenção pela ação humana). Os parâmetros usados são fenóis, metais, coliformes, séries nitrogenadas e fosforadas, DBO, oxigênio, salinização e cianotoxinas. São análises de arquivo para saber como se comporta a lagoa. Monitorar essa lagoa também é importante por sua proximidade com o Porto do Açu. Apesar de ser uma lagoa pouco antropizada, tem um grande empreendimento ao lado que é o Porto e precisamos acompanhar para ver como ela reage", explica Cassiano Peixoto Maciel, fiscal ambiental do Inea e responsável pela coleta.

A Lagoa de Iquipari está inserida na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Caruara, que já tem seu plano de manejo aprovado pelo Inea desde 2018. Mas, a Prefeitura de São João da Barra, através da Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Públicos, também se mantém atenta. "Existe todo um monitoramento em relação à lagoa. Por exemplo, para coibir a abertura ilegal da barra, que afeta diretamente todo o ecossistema, prejudicando o equilíbrio ambiental da mesma. A abertura ilegal da barra de Lagoa é crime ambiental. ", destaca Marcelle Terra, coordenadora Geral de Meio Ambiente.

O suporte, com barcos para o monitoramento de toda extensão das lagoas de Iquipari e Grussaí partiu da Agência da Capitania dos Portos. Segundo o capitão-tenente Francisco Gonçalves do Nascimento Filho, a Marinha no município está sempre à disposição para ajudar nesse tipo de trabalho, que é tão importante para a manutenção e preservação do meio ambiente.



Ascom SJB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net