Santos empata e é o primeiro classificado para as semi do Paulista - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 26 de março de 2019

Santos empata e é o primeiro classificado para as semi do Paulista

Equipe comandada por Jorge Sampaoli jogou tranquila e dominou a partida contra o red Bull, criando mais chances no empate por 0 a 0
Richar Callis/Agência Estado
O Santos é o primeiro classificado para as semifinais do Campeonato Paulista após empatar com o Red Bull Brasil, por 0 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, na noite desta terça-feira (26). Na partida de ida a equipe santista havia vencido por 2 a 0.

Neste jogo de volta, o Santos alcançou seu objetivo, não permitindo avanços do adversário e, ao contrário do que fez no primeiro jogo, mantendo maior posse de bola.

O empate, porém, deixou o Santos com 27 pontos, o que o deixa com grande possibilidade de não ser o primeiro colocado na classificação geral, que tem a vantagem de jogar com o quarto nas semifinais.

Com versatilidade tática, a equipe criou mais oportunidades e ditou o ritmo do jogo, sob a batuta, fora de campo, do técnico argentino Jrge Sampaoli.

Dentro dele, o Santos começou dominando o jogo. Não se importou com o fato de o RB Brasil (Red Bull Brasil) necessitar da vitória e tomou as iniciativas. Isso surpreendeu o adversário, que, em vez de atacar, teve de recuar para conter as investidas de Carlos Sánchez, pela meia-direita, e Diego Pituca, pela meia-esquerda.

A equipe santista, ousada, perdeu três chances em menos de 10 minutos. Na primeira, Sasha ficou cara a cara com o goleiro Júlio César, que defendeu o chute. As outras duas foram cabeçadas de Copete, aos 7 e Jean Mota, aos 9.

O Santos tocava a bola, invertia as jogadas e tomava a iniciativa. A cada minuto que passava, diminuía as chances de o RB Brasil, que necessitava da vitória por dois gols de diferença, ir buscar o resultado.

O RB Brasil tentou tocar mais a bola a partir dos 20, mas a defesa santista estava bem fechada. Somente em uma jogada individual, Aderlan entrou em diagonal e chutou por cima, aos 26.

Mas o Santos, que perdeu Gustavo Henrique, com um estiramento, respondeu com cabeçada de Diego Pituca, bem defendida pelo goleiro. O jogo ficou aberto e, no minuto seguinte, Deivid só não fez o gol porque furou o cruzamento da direita.

Aos 29, Osman chuta o peito de Sánchez e recebe apenas o amarelo. Após os 30, o Santos voltou a ter o controle do jogo, acuando o adversário até o fim do primeiro tempo.

A situação piorou para o RB Brasil na etapa final. Rodrygo, rápido e habilidoso, substituiu Copete pela esquerda e não deu sossego a Aderlan. Com o volante Jóbson tendo de ajudar na cobertura, o RB ficou ainda mais acuado. 

O Santos perdeu algumas oportunidades e o adversário diminuiu muito o ímpeto ofensivo. Sánchez, que já sobrava no primeiro tempo, tev ainda mais espaço para criar.

Atribulado, Aderlan fez falta dentro da área em jogada de Rodrygo, mas o árbitro não marcou pênalti. E, aos 14, Kaio Jorge, jovem de 17 anos, substituiu Sasha e pressionou ainda mais o RB Brasil que, ainda conseguiu criar uma chance, aos 16, com Osman, chutando no travessão. Aos 32, Vanderlei sai do gol e se choca com Deivid, que fica caído, em lance preocupante. 

O RB Brasil partiu para o ataque, mas de forma desorganizada, alçando bolas na área. Isso facilitou ainda mais o Santos que tocou a bola esperando o fim do jogo.

Ficha técnica:

RED BULL X SANTOS

Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas, São Paulo
Data e horário: terça-feira (26 de março de 2019), às 20h
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luis Marques
Cartão amarelo: Jóbson (aos 14 do 1T), Osman (29 do 1T), Sasha (aos 36 do 1T), Ytalo (20 do 2T), Ligger (aos 42)

RED BULL: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Rafael Carioca (Pio); Jóbson (Everton), Uillian Correia e Deivid; Ytalo, Roberson (Bruno Tubarão) e Osman. Técnico: Antonio Carlos Zago

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Felipe Aguilar, Gustavo Henrique (Luiz Felipe) e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez, Jean Mota e Copete (Rodrygo); Eduardo Sasha (Kaio Jorge). Técnico: Jorge Sampaoli



R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net