Prefeitura publica no DO licitação para transporte alimentador - CMN - Campos Magazine News

News

terça-feira, 12 de março de 2019

Prefeitura publica no DO licitação para transporte alimentador

Foto Isaias Fernandes
A Prefeitura de Campos, através do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) publicou, no Diário Oficial desta segunda feira (11), aviso de licitação do serviço de transporte coletivo alimentador de passageiros. O novo sistema apresentado pelo município prevê que o serviço seja prestado na região central apenas por ônibus e que micro-ônibus e vans atendam a população que reside em distritos do município. Seis terminais de integração farão a ligação entre os dois grupos. Previsão que mudanças comecem a ser realizadas na segunda quinzena de maio, segundo o presidente do órgão, Felipe Quintanilha.

— A maior parte das grandes cidades já possui um sistema de transporte deste tipo. Nós não estamos inventando a roda. Nós estamos tirando Campos do atraso. Isso poderia ter sido implementado há 15 anos — afirmou Quintanilha.

O projeto prevê que seis terminais ligarão seis regiões do município com a área central. Os distritos de Mussurepe, Santo Amaro, São Sebastião e Tocos ficam no setor A; O setor B é composto por Martins Lage (Venda Nova e Campo Novo); no setor C está Santa Maria, Santo Eduardo, Morro do Coco, Vila Nova e Travessão; o setor D compreende Três Vendas e Sapucaia; o setor E, Santa Cruz; o setor F é Ibitioca, Serrinha, Dores de Macabu.

IMTT publica no DO regras para transporte alimentador

— A nossa intenção é que a integração ocorra em 5, no máximo 10 minutos. O terminal é uma base de apoio para o serviço alimentador. Não é um local para que as pessoas fiquem, como uma rodoviário. Por isso, o terminal não é um impedimento para que o sistema entre em funcionamento — explicou Felipe Quintanilha.

Na Baixada (setor A), área de maior concentração da população, será instalado no Parque Bela Vista, próximo a passarela. O terminal do setor B funcionará anexo ao Cepop e o do setor F, no Shopping Estrada, em estruturas já construídas. No setor C, ele funcionará na BR 101, na altura da Dical. O setor D será instalado na BR 356, perto de furnas. O setor E ficará na RJ 158, próximo a empresa Coca-Cola.

A mudança ainda não é bem conhecida pelos usuários do transporte público. “Tenho dúvidas se este sistema vai funcionar, mas é preciso alguma mudança, o transporte em Campos está realmente ruim”, afirmou Fernanda Almeida, que mora no Parque Aurora.

De acordo com o levantamento do IMTT, divulgado no ano passado, a área central de Campos é de cerca de 60 km², o que corresponde 1,5% do território do município. Nela, vivem cerca 72% da população. Esse público deve ser atendido pelas empresas de ônibus que venceram o edital de licitação em 2015. Já as áreas mais distantes passam a ser atendidas pelo transporte alimentador. Seis terminais farão a interligação entre os dois grupos sem a necessidade do pagamento de uma nova passagem.

Regras - A licitação será realizada na modalidade concorrência, para 60 linhas distribuídas em seis setores, do serviço de transporte coletivo alimentador de passageiros (serviço alimentador) do Município. A entrega dos documentos está prevista para 26 de abril e o edital pode ser acessado no endereço eletrônico: www.campos.rj.gov.br/licitação, solicitado através do e-mail cpl@campos.rj.gov.br ou ainda retirado junto à CPL, na sede da Prefeitura, de 2ª a 6ª feira, exceto feriados, de 9h às 17h, mediante papel timbrado da empresa. Mais informações: (22) 98175-2073. Só podem participar do processo, pessoas físicas que tenham interesse em atuar em veículos próprios.

Atualmente, o IMTT tem cerca de 250 motoristas de vans cadastrados. Eles andam por meio de uma autorização precária, já que ainda não houve licitação das linhas, conforme a lei que estabeleceu a possibilidade de funcionamento deste tipo de transporte. A lei, que é de 2010, previa que a licitação deveria ser realizada em 4 anos. Prazo foi prorrogado por mais 4 anos e venceu em 2018. “Existe uma decisão judicial determinando que a licitação seja realizada”, afirmou o presidente do IMTT.

Folha 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tempo - Tutiempo.net